Autoconhecimento

Conheça o seu medo e compreenda-o de maneira profunda. O autoconhecimento é um recurso poderosíssimo embora muitas vezes dolorido para se obter. Busque não vencer seus medos, mas avaliá-los e contrapô-los.  Transforme o medo em amor, o apego em desprendimento, a raiva em tranquilidade, a tristeza em alegria.

Ai, vem aquela voz interior dizendo… Ah tá bom, viajou… Fácil assim…

Não é fácil alguém deixar positivo aquilo que aprendeu como ruim sem saber que em algumas situações é evitável e desnecessário.

Quem de nós um dia aprendeu que se estamos tristes é porque somos felizes? Que quem ama alguém não precisa desse alguém?

Quem aprendeu que a solidão é a melhor companheira? Pois é, muitas vezes medos e inseguranças são hereditários exatamente por isso. Imagine qual o pai ou a mãe que não tem medo de perder seu filho ou o amor do filho? Alguns não conseguem dominar esse medo, essa angustia… E aí vem a hora de desvendá-lo, olhar os detalhes, analisá-lo e entender sua origem. Mas isso, seria o ideal…

Na maioria das vezes para lidar com isso, começam a cercear a liberdade da criança em todos os sentidos, inclusive o do pensar – uma relação de manipulação emocional.

Olha a voz aí de novo, debatendo a leitura! Que acinte!!! Essa mulher é uma revoltada. Eu nunca manipularia um filho!!! Blá blá blá….rsrsrssr

Ops, hora do espelho de novo… O que será que realmente que isso quer dizer?

Esses movimentos em sua maioria são inconscientes e negados. E, é por esse motivo a importância de conhecer-se.

Saber de suas virtudes, falhas e necessidades é trazer para si a grande liberdade de ser. Deixar de responsabilizar outras pessoas pelas suas falhas e seu comportamento.

Tem pessoas que escolhem a felicidade e outras o medo dela!

 

Por Andrea G. Umbuzeiro

By | 2016-09-15T18:35:51-06:00 setembro 15th, 2016|Artigos|Comentários desativados em Autoconhecimento