Falando sobre relacionamentos

Nascido da necessidade que hoje permeia a maioria dos debates sociais o tema de nossa palestra pretende mais que falar sobre o assunto trazer à baila as possibilidades que se abrem a partir da consciência e educação afetiva.

Ouvimos muitas pessoas em discursos acalorados que a sociedade perdeu seus valores e vínculos e chegamos à conclusão que parte disso é verdade, mas apenas uma parte.

O amor como sentimento básico, não precisa ser ensinado pois é uma necessidade intrínseca à sobrevivência, a “conduta amorosa” é que deve e precisa ser ensinada.

Não há fórmulas mágicas ou receitas de felicidade em três ou sete passos, há sim uma profunda reflexão sobre toda a sociedade (sistema) e sobre si.

Para qualquer um de nós é um desafio a convivência amorosa o que na realidade reflete o desafio maior de conviver com a diversidade. Conhecer-se é a base do conhecimento do outro. Somos mal-educados em nossa conduta amorosa quando nos conhecemos pouco.

O termo latino educare é composto pela união do prefixo ex, que significa “fora”, e ducere, que quer dizer “conduzir” ou “levar”.

O significado do termo (direcionar para fora) era empregado no sentido de preparar as pessoas para o mundo e viver em sociedade, ou seja, conduzi-las para fora” de si mesmas, mostrando as diferenças que existem no mundo.

 Portanto para nós faz muito sentido falarmos em educação do afeto. A qualidade dos vínculos afetivos está comprometido e os relacionamentos voláteis. 

Embora saibamos da virtualidade das relações e a deleção instantânea de afetos ainda criamos expectativas do “grande amor” – duradouro e sólido.

 Nosso objetivo é conduzir ao reconhecimento de si e aprendizado de como se conduzir frente as relações afetivas diminuindo o sofrimento e preservando as relações – aprendendo com as diferenças. Para isso apresentamos o instrumento que poderá esclarecer as formas de pensar e comportamento de cada um pontuando as diferenças ou semelhanças que nos fazem atrair uns pelos outros.

Esse tema foi elaborado e desenvolvido pelo casal que está à frente da Engenharia de Habilidades:

Andrea Umbuzeiro e  Fabricio Spagnuolo Trainer e Consultor EH.
By | 2017-04-17T15:22:41-06:00 junho 29th, 2016|Artigos|Comentários desativados em Falando sobre relacionamentos